Anjos da Noite – Guerras de Sangue (SEM SPOILERS)

underworldbwposter

É… É…

Eu assisti aos 2 primeiros Anjos da Noite quando era menor. Naquela fase que “uau, CG e uma protagonista gostosa usando couro? MELHOR FILME”.

Foi um erro ter assistido à continuação direta dos anteriores sem lembrar nada dos primeiros e sem ter assistido aos que vem antes desse?

Claro, claro que foi.

Mas não me impediu de conseguir tirar algo do filme.

Primeira coisa que devo dizer é: puta que pariu que ódio desse filtro azul escuro que percorre o filme inteiro. Seja uma cena a noite, de manhã, num lugar aberto ou fechado: tudo tem os mesmos tons. Claro, isso cria uma identidade visual não só para o filme por si só como pra franquia em si; mas de uma maneira bem preguiçosa.

Segundo que temos atuações horríveis. Fora a Kate Beckinsale e um ou outro ator (como Charles Dance e Tobias Menzies – o vampiro velho que a ajuda e o vilão do filme, respectivamente), todos estão simplesmente péssimos, até mesmo Laura Pulver, que havia entregado uma atuação sensacional em Sherlock. Todos estão ou exagerados e caricatos demais ou inexpressivos demais, com a mesma cara de bunda o filme inteiro.

E então, temos que a história do filme simplesmente não faz sentido. Mas infelizmente não vou opinar muito sobre isso pois partirei do pressuposto que algumas coisas que aos meus olhos não fazem sentido simplesmente envolvem elementos dos outros filmes da saga.

Mas mesmo assim… É só pegar algum elemento simples que é possível ver o quanto foi mal colocado. Por exemplo: todas as peças promocionais do filme focam na Selene (personagem da Kate Beckinsale) com o tal visual novo, com mechas brancas e tal. E o que causa isso é introduzido no meio do filme do nada, e com uma importância que faz parecer que o filme mudou totalmente de foco. Então, esse elemento novo introduzido à força (interpretem como quiser) só serve pra, algumas cenas depois, ser um recurso de roteiro para salvar a protagonista e mudar a aparência dela (além de teoricamente deixá-la mais forte – teoricamente porque a única coisa prática que vimos disso é sua “super velocidade”, elemento esse que até onde eu sabia os vampiros já tinham no lore do filme).

O filme não é de todo ruim. Apesar do CGI por si só não ser um primor, ele é bem usado. É só pegar o exemplo das cenas de transformação dos lycans, que já eram reconhecidas desde o primeiro filme. Além disso, tem algumas (repito: algumas) cenas de ação realmente empolgantes e que cumprem muito bem o papel de entreter.

Mas só.

Anjos da Noite: Guerras de Sangue parece que serviu apenas para resgatar a franquia e dar continuidade à ela. Um filme que começa em aberto e termina em aberto, com seus elementos próprios sendo muito fracos para sustentar a obra. Quem gosta da série provavelmente não irá se decepcionar; e quem quer um filme de ação fantasioso, pode ser que também não. Mas o filme não tem nada mais a oferecer (além de, claro, o prazer de vermos Kate Beckinsale vestindo couro novamente).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s