Homem de Ferro – O Demônio na Garrafa

tumblr_inline_o4av7rKx7H1qmb808_540

Olá pessoal, Lex aqui de novo pra falar de uma das histórias mais clássicas do nosso querido Cabeça de Lata.

Aproveitando a vibe do Capitão América: Guerra Civil que lançou essa quinta, eu, como um membro #TEAMIRON de respeito, resolvi fazer um post sobre essa história que li há uns tempos e recentemente reli na versão da Salvat.

Quando pensamos no Homem de Ferro, a primeira imagem que vem à mente é a dos filmes, o gênio, bilionário, playboy, filantropo, mas nos quadrinhos é ainda pior pois Tony Stark não tem esse ar “zueiro” que o Robert Downey Jr. trouxe ao personagem. E isso tudo torna muito difícil se simpatizar com o Stark. É muito mais fácil se identificar com o Peter Parker, cheio de problemas financeiros e pessoais, que todo dia luta pra conseguir viver. Ou ainda admirar o Steve Rogers, por ser um herói perfeito, honrado e sem uma mancha moral. Mas no Stark, o que vemos? Um ricaço, rodeado de mulheres, sempre se exibindo e muitas vezes sendo um babaca. Como gostar ou admirar um herói assim?

Super-heróis surgiram para serem a nossa esperança, nosso modelo, mas eu pelo menos sempre o vi como ideais inalcançáveis. Sim, eu sei que se você jogar a meta lá no alto, pelo menos você chega um pouco perto. Mas pra mim sempre foi mais interessante ver um homem cheio de falhas que luta pra fazer o certo. E Demônio na Garrafa é uma história que mostra perfeitamente esse lado do Stark.

ironman077

Essa edição da Salvat cobre as histórias de “Invincible Iron Man” das edições 120 à 128. Passamos por muitos vilões, com o chefe deles sendo um senhor chamado Justin Hammer. Mas o verdadeiro e maior inimigo da história tá ali desde o começo sem você perceber. O álcool.

No começo já vimos a pressão que o Stark está sofrendo por estar quase perdendo a sua empresa para a SHIELD, se entregando lentamente à bebida como forma de conforto e esquecer dos problemas. Após alguns acontecimentos, inclusive existindo um capítulo do Stark relembrando sua história de origem, haverá uma certa reunião diplomática da Stark Internacional com o embaixador de outro país na praça da ONU. A partir desse momento começa a rolar muita merda na vida do Stark, e ele começa a culpar os problemas da sua vida no Homem de Ferro, mas depois percebe que quem realmente lhe traz problemas é a vida como Tony Stark, chegando até a cogitar no meio de sua bebedeira abandonar a vida como Tony Stark e viver apenas como Homem de Ferro.

demon20in20a20bottle202

A vida de Stark se torna uma espiral de destruição, o Homem de Ferro se torna uma figura que causa medo nas pessoas, ele começa a perder seus amigos, sua empresa e tudo pelo que viveu e lutou. Cada vez mais Stark se entrega à bebida, até o momento em que uma amiga se oferece pra ajudá-lo à sair dessa situação, e num momento muito belo, Stark aceita. Pois quando se está com problemas, pedir ajuda não te torna menor do que você é, todos precisamos de ajuda e contar com os outros alguma hora.

É claro que por se tratar de uma história em quadrinhos, os efeitos do álcool na vida das pessoas foi bem mais brando, e a forma como o problema foi solucionado foi bem mais simples do que na vida real. Porém isso não tira o mérito da história em abordar um tema bem pesado para época. Atualmente estamos acostumados com histórias envolvendo temas bem mais pesados, mas para 1979 foi uma ideia muita corajosa fazer uma história assim.

Também gostaria de comentar sobre a arte do John Romita Jr., famoso Romitinha, que está bem diferente do traço lindo e diferente que possui hoje. Esse traço antigo dele lembra um pouco John Buscema ou um Jack Kirby mais detalhado, mas posso estar falando merda, então não me apedrejem por favor.

iron-man-128-demon-in-a-bottle1

Para finalizar, só gostaria de ressaltar como O Demônio na Garrafa é uma ótima história no quesito de mostrar o lado humano e falho dos heróis, aproximando eles mais da nossa realidade e nos fazendo criar um laço mais forte com eles. Ela mostra que um homem rico e super-poderoso também tem problemas e precisa de ajuda emocional uma hora ou outra. E isso não o torna um herói pior ou menos digno, apenas mostra que mesmo com as dificuldades, e errando, todos podemos lutar pelo que é certo.

Acho que por hora é só isso. Hoje a galera do Chat Supremo assistirá Capitão América: Guerra Civil então SE PREPAREM PARA MAIS UM CHATCAST.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s